158221487.jpg

Empresa 

A Bad Boy atua no mercado brasileiro de Sport wear há 18 anos.

No começo, em 1992, os donos sendo surfistas e esportistas, já vincularam a marca com os esportes.

 O surf foi o primeiro a acompanhar o crescimento da marca.

Inúmeros campeonatos, atletas nacionais e internacionais receberam apoio ou patrocínio ao longo desses anos.

 Em pouco tempo, a marca foi crescendo e os atletas patrocinados alcançando resultados admiráveis.

Além do surf, o Bodyboard, Longboard, Windsurfe, Wakeboard, Kitesurf, Triátlon, Fitness, MotoCross, Motosports, Automobilismo, Jet Sky, Vôo livre, Parapente, Sandboard, Kart, Tênis, Futebol, Futsal, Vôlei, Vôlei de praia, Skate street, Skate, Boxe, Capoeira e Taekwondo, foram alguns dos esportes que tiveram o apoio da Badboy.

Mas foi mesmo com as lutas que a Bad Boy se expandiu para o mundo.

Desde 1993 o Jiu Jitsu já se identificava com a marca e foi crescendo junto com ela, já que campeonatos como, Brasileiros, Panamericanos, Mundiais, Circuitos Paulistas, e muitos outros ou “todos os outros” foram patrocinados pela Bad Boy.

O Jiu Jitsu foi se fortificando, profissionalizando e conquistando o mundo, e é claro, os melhores atletas eram ou queriam ser do time. Era muito difícil comparecer a um evento de Jiu Jitsu que não tivesse patrocínio da Bad Boy.

E lá por 1995, apareceu o Vale Tudo o “MMA”, e com ele atletas internacionais e brasileiros ganharam fama, prestigio e muito, muito dinheiro. E a Bad Boy também esteve presente ao longo desses anos nos melhores e maiores   eventos de MMA do mundo.

 A loja exclusiva da Bad Boy foi montada em São Paulo e também as outras de Surf e Sport Wear em todo o país vendiam ou queriam vender a marca.

Os maiores lutadores, atletas e celebridades faziam questão de ir conhecer a loja e a fabrica e assim muitas visitas sociais, comemorações, desfiles e festas foram realizados ao longo destes anos.

De 1996 em diante a marca tomou uma proporção gigantesca, o mundo queria os produtos, o mundo procurava, mas... Fazíamos o possível, e aos poucos a Bad Boy chegava ao consumidor fanático e leal que é e sempre foi.

A partir de 1997, a Bad Boy criou o unique: ”BAD BOY FIGHT WEAR”, se tornando a primeira Sport wear a se especializar em lutas e lutadores.

Daí para frente, a Bad Boy deixou de ser apenas uma referência de vestuário, ocupando uma vaga permanente no coração de todos os esportistas, lutadores e admiradores do MMA.

Aparições da marca em TV, revistas, jornais, sites, cinema, anúncios, banners e fotos se tornaram freqüentes.

Em 2005, a Bad Boy do Brasil também passou a ser vendida nos EUA, se consagrando assim como uma marca internacional.

 

BAD BOY A PRIMEIRA EM LUTAS

A IMAGEM DA VITÓRIA, A MARCA DO GUERREIRO.